O que “exigir” da vida escolar das gerações Z e Alpha para garantir seu futuro?

Posted by | Dever de Casa, Escola, Infância | 0 |

O que “exigir” da vida escolar das gerações Z e Alpha para garantir seu futuro?
Avalie esse conteúdo

O que “exigir” da vida escolar do meu filho para garantir seu futuro?

escola_mochila_menino_bem_familiaUma pergunta ampla e que vem junto com tantas outras feitas pelos pais da geração Z e Alpha, especialmente com relação às crianças com até 10 anos:
– Meu filho está indo bem e feliz na escola?
– Suas notas estão a tom com sua capacidade?
– Ele está se desenvolvendo bem comparado a anos anteriores?
– O que meu filho precisa mesmo aprender a cada idade e ano escolar?
– Ele está estudando direito, aproveitando o tempo?
– Ir bem na escola significa tirar a nota acima da média?
– Além das notas, o que mais devo ensinar/cobrar do meu filho?
– O que a escola precisa oferecer à criança para ela se dar bem na vida e ser feliz?

Além de avaliar o presente, os pais precisam também “prever” um pouco do futuro, buscando pontos de apoio para promover um desenvolvimento pleno da criança em coerência com o jovem e o adulto que ela será. Tarefa difícil! Mas muito necessária!

Com tantas demandas, o mundo atual tem exigido não só das crianças, mas dos pais também, no sentido de se ajustarem ao “nível” exigido pela escola, pela sociedade, pela família e até mesmo pelo MEC. Muitos pais organizam a vida escolar dos filhos pensando nas provas e exames que eles farão daqui alguns anos, para seguir suas carreiras e vidas profissionais.

Ao escolher uma escola, por exemplo, os pais costumam pensar em vários pontos como a linha pedagógica, a logística/valor/localização, a proposta educacional. Decisão nem sempre fácil, diante de uma geração que preza a diversidade e a espontaneidade. A geração Z e a Alpha são bastante diferentes de seus pais, e seu futuro também o será na forma como lidarão com questões como a sua profissão, sua relação com o dinheiro, a forma de buscar o sucesso e o reconhecimento, entre outros.

Em um artigo pequeno como este limitamo-nos a deixar algumas ideias apenas, para inspirar na educação da criança:

  • Primeiro obrigação, depois diversão: e tudo com muito equilíbrio!
  • Ser feliz exige esforços: ensine seu filho a construir a própria felicidade!
  • Cada conquista merece um bom elogio, e um estímulo ao próximo passo.
  • Conhecimento nunca é demais e nem ocupa espaço!
  • Ser o melhor aluno é relativo demais, e cada família deve ter o seu parâmetro, além das notas da escola.
  • Incentivar o gostar de estudar e aprender é um grande investimento na infância.

cópia de tati_assinatura_retangular_2017

Professora Tatiana Camargos Lamego
Sócia Diretora na 
Bem Família desde 2012.

Voluntária na Associação Educore – Movimento Pedagogicamente Responsável, 2015 até o presente.
Representante do projeto Um Brincar Sustentável – Joanninha Aluguel de Brinquedos em Minas Gerais, 2012.
Formação em Magistério pelo Colégio Logosófico González Pecotche, 1995.
Comunicóloga pelo Uni BH, Belo Horizonte/MG, 1999.
Estudiosa de Neuroeducação, 2017.

Realiza palestras e workshops para pais e educadores em escolas, empresas e congressos.


Deixar uma Resposta